segunda-feira, maio 15, 2006

Esta minha alegria




Andei, corri, sonhei
olhei para a lua
mas meu amor achei
aqui na minha rua

No espaço de um cigarro
procurei o teu olhar
descobri que me amarro
ao som do teu falar

Boca doida de sede
me ferra teus lábios
me lança tua rede
com teus olhos sábios

Minha cama é teu leito
meu corpo teu descanso
em teus braços me deito
contigo eu tudo alcanço

Eu corro outra vez
em tua direcção
pode ser agora, talvez
que eu encontre teu coração

Valeu a pena correr
achar teu caminho
agora é só adormecer
ao toque do teu carinho

6 comentários:

Ana Luar disse...

olá Carlos adorei o teu poema... realmente vale sempre a pena correr de encontro ao que desejamos... mesmo que isso no fim nos traga algumas lágrimas. Escreves deliciosamente bem... adoro ler-te, as tuas palavras acalmam-me ao mesmo tempo que me deixam ofegante... Palavras escritas pelas mãos de um poeta que sabe o valor da palavra.

micas disse...

ola estas tuas quadras sao muito bonitas e ainda ficam mais ao som da musica ;)

Maggie disse...

Querido Carlos envolventes palavras que vaguearam sobre a pele e, chegaram carinhosamente à minha alma sossegando esta inquietude que provocas com a tua deliciosa escrita. Beijo na alma.

katrina disse...

Lindo este poema Carlos. Eu também acho que vale a pena corrermos atrás do que queremos e desjamos, mas tal como a Ana Luar também sei que pode trazer lágrimas e dor no final... no entanto fica sempre o que passou não é? Beijinhos

Secreta disse...

Mas que bem está este poema.
Principalmente porque tem um final feliz :)
Boa semana.
Beijito

Inhita disse...

"Valeu a pena correr, achar teu caminho, agora é só adormecer ao toque do teu carinho"....Lindo!!