quarta-feira, maio 17, 2006

Amei


Hoje amei intensamente
sem sombras, sem medos
era eu e tu simplesmente
fomos nós com sentimentos

Segurei tua mão
beijei teu sorriso
deitados no chão
que mais é preciso

Fechar os olhos e rebolar
neste imenso areal
sentir o vento soprar
não saber o que é real

Teus braços me puxaram
teu corpo estremeceu
teus olhos pediram
o amor aconteceu

Estou feliz, estou contente
quero dizer ao mundo
ninguem chore nem se lamente
soltem esse amor escondido

E se amanhã acabar
não chorarei de saudade
porque voltarei a amar
com mais intensidade

12 comentários:

ana s disse...

É bom amar e ser amado. Mesmo que um dia o relacionamento acabe, haverá sempre outro que traga de novo a vontade de amar. Beijinhos

Ana Luar disse...

É maravilhoso amar... mas escondido?
ISSO não...amar deve ser algo que se dê a conhecer... é bom quando as pessoas olham o nosso sorriso de felicidade... a felicidade pega-se... por isso eu acho que o amor nunca deverá ser escondido... assim como não acredito que possam existir amores pecaminosos...
Este amor de que falas é livre... vive ao sabor da brisa... e de encontro aos sonhos... deste tipo de amor eu gosto... deixa-me feliz.

maryy disse...

Obrigado pela sua visita no meu blog :)

Gostei do seu blog, vou voltar mais vezes. kiss maryy

Secreta disse...

Que belo poema.
O Amor , sempre que vivido intensamente é sem duvida gratificante.
Beijito

Sindarin disse...

É MESMO ÓPTIMO AMAR! Mas gritá-lo bem alto tb sem medos, gostei muito. Um bom fim de semana e mto amor na tua vida. Um bj

Inhita disse...

Tanta felicidade que se sente neste poema, tão bonito!
A felicidade própria de quem ama e é amado...
Que bom...aproveita!
Mas não acredito, que um dia, se acabar, não fique a saudade...
Fica sempre, ou então, não é amor!

Ni disse...

É urgente o amor.
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras,
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.

É urgente inventar alegria,
multiplicar os beijos, as searas,
é urgente descobrir rosas e rios
e manhãs claras.

Cai o silêncio nos ombros e a luz
impura, até doer.
É urgente o amor, é urgente
permanecer.

Eugénio de Andrade

Bj* da Ni
Bom fim de semana!!

katrina disse...

"...porque voltarei a amar com mais intensidade"... belo pensamento! Era isso mesmo que eu estava a precisar :) Bom fim de semana :) bj

Juda disse...

Muito bom... e a foto também, deixo um abraço...

Sindarin disse...

Olá amigo! Desculpa a ausência mas estive doente. Venho trazer notícia de k iniciei um novo bloguinho, mas k ainda ñ deixei o primeiro pois foi o meu "primeiro amor".Espero me dês o prazer de visita-lo. Desejo-te um bom Domingo cheio de amor e paz e deixo um grande bj cheio de amizade.

Ni disse...

Deixa em teu rosto minhas mãos carentes
e sente como estão úmidas de amor,
e que na brevidade do calor,
dizem palavras mudas-eloquentes.

São mãos querendo desespedamente
carícias que um tempo sem candor
levou, e, que despidas de pudor
procuram por lembranças já dormentes.

Se a lua faz-se bola de cristal,
e vagalumes beiram o luar,
elas se aquecem em teu brilho banal.

Deixa teu rosto de pedra sonhar
que minhas mãos são jorros d'agua e sal
que caem sobre ti com sons de mar...

Rosa Clement

Boa Semana...Bj*

_Sweetinha_ disse...

Gostava de voltar a amar assim... Beijos.
Sweetinha