segunda-feira, novembro 11, 2013

Folhas de Outono


de verde o sol me vestiu
dancei ao ritmo do vento
mas quando o frio surgiu
chegou o meu momento

ao cair fiquei esquecida
ao sabor da brisa eu vou
nua por entre a calçada
não me despi de quem sou

serei folha caida, perdida
meu tempo chegou ao fim
mas é na hora da despedida 
que mais gostam de mim

ao olhar no outono frio
 as folhas caídas, a gente sente
que o cair pode encher o vazio
do amor, com cores quente.

2 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

as palavras dizem tanto, sobre uma simples folha, ou o declínio do ser humano.
a foto está belíssima, oena ter aparecido um pouco da rua no lado superior direito.
boa semana.
um beijo

:)

Canto da Boca disse...

Um tapete cor-de-rosa, abrindo caminhos para um novo tempo, outra estação, e a beleza da tua poesia, aquecendo o nosso coração!

;))