quarta-feira, janeiro 30, 2013

Poder navegar





Aguardo por pensamentos interiores
que de mim façam um sonhador
 e pintar aguarelas de varias cores
em telas por inventar, sem dor

Elevar-me alem do horizonte
para redescobrir minha mente 
fazer de um poema uma ponte
para não me perder na corrente

do olhar entreaberto da minha janela 
descobrir neste novo mundo, um lugar
onde os dedos serão a vela da caravela
para nos meus poemas poder navegar

2 comentários:

© Piedade Araújo Sol disse...

e assim poder voar
nem que seja no sonho

boa semana

beijo

Maré Viva disse...

Como diz o poeta "navegar é preciso",e nada melhor que fazê-lo dentro de nós mesmos, através dos poemas, das aguarelas e das telas que a nossa imaginação cria e concebe.
Gostei da tua visita e dos teus pensamentos interiores.
Beijo.