sexta-feira, novembro 24, 2006

Somos ou deixamos ser




Somos poemas
ou diários escondidos
Somos rostos por inteiro
ou mascaras sem expressão
Somos só sexo
ou sentimentos partilhados
Somos o que queremos
ou o que os outros dizem
Somos a nossa liberdade
ou reclusos domesticados
Somos donos do nosso caminho
ou seguimos as pegadas
Somos nós a amar
ou esperemos que nos amem
Somos feitos de dentro para fora
ou de fora para dentro
Somos o lado escuro da lua
ou a luz do luar
Somos
ou deixamos ser

Somos atitude!

10 comentários:

mulher rochedo disse...

ola bom dia

Desejo-te uma boa semana , bjos

ana s disse...

Entre o que somos e o que gostariamos de ser, a distancia é minima. Sejamos sempre originais!

Já agora faço publicidade ao site do meu amigo Manuel http://globalcommerce.com.sapo.pt
Beijos

inhita disse...

Nem sempre somos o que queremos ser...mas devemos ser coerentes

corpo y alma disse...

oi migo passei para te agradeçer a visita e o comentario deixo um abraço e desejo te uma boa semana
...corpo y alma...

Sindarin disse...

Olá meu querido amigo Carlos! Primeiro peço desculpa pela minha ausência, depois agradeço a visita e o poema de Mário Cesaryni, belo e mto a propósito, que sirva para o homenagear, que ao menos seja mais respeitado na morte. Este teu post está belíssimo. O que somos?... talvez um pouco de tudo o que vamos conseguindo absorver ao ongo da nossa vida. Adorei a imagem tb está belíssima. Deixo um beijinho amigo e mais uma ves desculpa a ausência.

katrina disse...

Somos o que queremos ser!! jinhuzz

mulher rochedo disse...

O que é bonito neste mundo, e anima,
É ver que na vindima
De cada sonho
Fica a cepa a sonhar outra aventura...
E que a doçura que se não prova
Se transfigura
Numa doçura
Muito mais pura
E muito mais nova...




(Miguel Torga)

bjos e bom dia

Secreta disse...

Somos atitude ... nem mais!
Beijito.

mulher rochedo disse...

Bom dia!
A luz sempre é presente quando a tua janela está aberta.
O amor sempre conforta quando assim tua vontade permite.
Deixa fluir em ti os rios da criação,para que estes possam te trazer a alegria de ser e de estar em harmonia com tudo que te cerca.
Tudo tem um porquê, nada está solto das mãos de Deus.
Ainda ontem, havia um certo vazio, hoje já não está mais aqui.
Alegra, alegra coração.
Há tanto ainda para descobrir...
Quantas estradas, quantos sóis e luas ainda brilharão em nosso percurso...
Desanimar é deixar de ser.
Um filho de Deus, por natureza, traz o encanto, a doçura, a alegria mais pura
em si pelo simples fato de ser quem é.
Alegra coração, alegra coração...
A vida ainda pulsa e as colinas ainda estão lá, tão verdes, tão entregues aos ventos mornos, as chuvas de outono...
Sente, é apenas gratidão, por ti, por mim e por tudo que tem nos acontecido neste caminho tão sagrado, tão real.

Bom feriado amigo , bjos

Peres disse...

Muito bem dito,miguinho.Peres