domingo, novembro 05, 2006

Historia de loucos


Conta-se que numa pequena cidade do interior um grupo de pessoas se divertia com o idiota da aldeia.

Um pobre coitado de pouca inteligência, que vivia de pequenos biscates e esmolas.

Constantemente eles chamavam o bobo ao bar, onde bebiam e se reuniam, e ofereciam a ele a escolha entre duas moedas:

Uma grande de 400 réis e outra menor, de 2.000 réis. Ele sempre escolhia a maior, e menos valiosa, o que era motivo de risos para todos.

Certo dia, uma pessoa, que assistiu a uma destas brincadeiras, chamou-o e lhe perguntou se ainda não havia percebido que a moeda maior valia menos.

"Eu sei" - Respondeu o não tão tolo assim !!!

- " ela vale 5 vezes menos; mas, no dia que eu escolher a outra, a brincadeira acaba e eu não vou mais ganhar a minha moeda".

Podem-se tirar várias conclusões dessa pequena narrativa:

- Quem parece idiota, nem sempre o é.
- Quais eram os verdadeiros tolos da história ?
- Se você for ganancioso, acaba estragando sua fonte de rendimento.

Mas, a conclusão mais interessante a meu ver, é a percepção de que podemos estar bem, mesmo quando os outros não têm uma boa opinião a nosso respeito.

Portanto, o que importa não é o que pensam de nós, mas o que realmente somos e pensamos de nós mesmos !!!

Sejam felizes !!!


 

11 comentários:

mulher rochedo disse...

Amigo é aquele com quem canto. É aquele com quem rio.
Amigo é aquele
com quem exploro riachos e cachoeiras dentro de mim.
Amigo é um só.
Não importa se tenho um ou cem ou mil. Cada um, em cada
momento, é especial... é único, é vital.
Amigo não se escolhe...
Ela existe ou não...
Amizade é sentimento, cumplicidade é afeto...
Amizade é amor, é respeito é troca sem cobrança.
Amigo é carinho, é um beijo, um abraço, uma aliança!
Boa semana amigo

Estou de acordo com a tua conclusão e com as ultimas palavras ...

Ana S. disse...

A arma de quem é inteligente é não revelar todo o seu potencial porque quem se acha melhor que os outros, cai mais facilmente. Beijos

Secreta disse...

É verdade , o que pensamos sobre nós mesmo é o que influencia a nossa forma de viver.
Beijito.

Ana disse...

Tolo é quem tolo acusa... Somos o que somos, não o que os outros acham que nós representámos. Um bom texto... beijos e boa semana

Inhita disse...

concordo plenamente! o que interessa mesmo é a forma como nos sentimos connosco próprios.

mulher rochedo disse...

Bom dia!

Não existe um motivo específico
para que a gente seja feliz,
e tao pouco para que a gente se sinta triste,
Quando acordamos podemos estar
felizes com o simples facto de estarmos vivos,
ou então quando acordamos
podemos nos enfurecer rapidamente
ao pensar que este dia vai ser terrível...
Durante nossa vida, se atentarmos para o facto e observarmos cuidadosamente,
vamos nos deparar com factores incríveis....
Ao conseguirmos uma vitória sobre algo que queremos,
ficamos em tal estado de felicidade
que achamos o mundo maravilhoso
e gostaríamos que todos estivessem felizes,
Por outras vezes, o mundo se mostra cinzento,
com uma nuvem negra,
mesmo que o sol esteja brilhando
e então achamos que todas as pessoas são esquisitas,
que são falsas e
que não há motivos para que elas sejam tão felizes assim
Portanto para que não estejamos
nem em um extremo de felicidade
nem no extremo da infelicidade,
é necessário buscarmos o equilíbrio,
a calma, a paz e a serenidade...

bjos

corpo y alma disse...

Quero ser seu amigo para sempre
Até que os rios sequem e seus leitos fiquem expostos ao sol. Até que as nuvens com sua magia toquem o solo e a face dos homens.
Quero ser seu amigo quando as guerras fizerem tremer os fundamentos de aço e concreto que sustentam os arranha-céus e os casebres de barro e palha.
Cantaremos então a canção da Pátria e lembraremos juntos de nossa mãe que por nós reza.
Quando os vales se tornarem verdes na primavera, meu amigo, subiremos na mais alta montanha para contemplar as nascentes e o vôo da águia.
Seremos amigos no verão quando os grãos estiverem maduros e a colheita farta para o sustento da humanidade. Os braços estarão cansados e o corpo faminto quando festejarmos o final com uma grande festa. Festa na qual todos se conhecem pois são amigos de todas as horas.
oi migo bigado pela visita e deixo um abraço ..
...corpo y alma...

Mikas disse...

Conheço a história e é mto ilustrativa da vida real

Azulinha disse...

Passei por acaso mas gostei imenso deste texto...
=)
Beijinhos e boa semana!

simone disse...

passei por acaso e adorei as veses me sinto este louco da historia ,
nas mãos de algumas pessoas pouco significantes por isto,faço como ele,se mostrar que não estou sendo enganada acaba a diversão ...boa noite

Nelton Gume disse...

Verdade eu sou louco pela minha naturaza