quinta-feira, maio 11, 2017

Neste dia


quero ser mais do que o meu legado,
abrir sulcos com o arado da fantasia
rasgar atitudes sem a mão do passado
lançar sementes que brotem ousadia

ir, sem os pontos de interrogação,
a cada passada, encontrar a loucura
sentir o passo maior do que os pés dão,
e em êxtase, sentir a liberdade pura

fechar os olhos, e poder ver a distância
que o meu desejo alcançou, porque sou
o que de mim conseguir retirar

e dia a dia continuar a colher alegria
sentir que sou mais quando vou.
e no fim um sorriso para me aconchegar



1 comentário:

© Piedade Araújo Sol disse...

Carlos
aqui está um soneto muito bem estruturado que é um hino à vida e ao viver
muito belo!
:)