segunda-feira, outubro 02, 2006

O teu olhar



Quem me dera olhar
para ti e te ver
não tu que me olhas
mas o que teus olhos vêem
Quem me dera o teu olhar
e sentir o que ele vê
pernoitar no teu silencio
acordar no teu falar
Quem me dera o teu olhar
para eu poder ser
outro tanto como tu
e contigo podermo-nos ver
Quem me dera o teu olhar
e descobrir os porques
de te querer amar
sem um pouco duvidar
Sei que o teu olhar
teu corpo, tua boca
sem olhar quero beijar
e com meus braços te prender

10 comentários:

mulher rochedo disse...

ola boa tarde

Passei pra te desejar uma boa semana cheia de amor , saude e paz .
Adorei o teu poema mto sentido e mto apaixonado... é bom amar e ser amado .

bjos e boa tarde

Ana S. disse...

De tanto olhar, o amor não resiste!
É nos olhos de quem amamos que podemos sentir de verdade. Beijos

katrina disse...

Quem me dera o seu olhar para nele poder ver nel poder espelhar tudo o que quero dar ;) boa semana jinhuzz

Sindarin disse...

Olá meu amigo! Obrigado pela poesia de Alice no meu blog k adorei tal como este teu poema lindo tb e tão profundamente sentido. Tenho a certeza de k se a gente se encontrasse haveria mta alegria, mta simpatia e uma vida cheia a trocar letras e a fazer novos e lindos versos. Um grande beijinho. Obrigado pela amizade. Boa semana

Secreta disse...

O olhar é o mais perfeito espelho da alma.
Beijito.

Sindarin disse...

Olá Carlos! Venho agradecer as visitas e a amizade nas palavras lindas k me deixas. Ah...quem me dera olhar tb através dos teus olhos k alcançam a beleza para além da aparência. Quem me dera poder prender a essência da bondade, da fraternidade e do amor. Beijinho Bom fim de semana.

Nylda disse...

Olá Carlos...
O olhar diz tudo!!
Esperança!!
Todos os dias Deus nos dá um momento em que é possível
mudar tudo que nos deixa infelizes.
O instante mágico é o momento em que um
"sim" ou um "não"
pode mudar toda a nossa existência.
Desejo-te um feliz fim de semana.
Beijos e um sorriso.

Martuxa disse...

O amor e a poesia =)
sorrisos

an ordinary girl disse...

Por quem foi que me trocaram
Quando estava a olhar pra ti?
Pousa a tua mão na minha
E, sem me olhares, sorri.
Sorri do teu pensamento
Porque eu só quero pensar
Que é de mim que ele esta feito
É que tens para me dar.
Depois aperta-me a mão
E vira os olhos a mim...
Por quem foi que me trocaram
Quando estás a olhar-me assim?

Teu poema, algumas frase dele, recordaram-me este, de Fernando Pessoa.

Um beijo, para ti.

Ni disse...

Venho desta vez para desejar uma optima semana cheia de coisas boas.Fica um Belo Poema de Álvaro de Campos...

--------------------------------

Todas as cartas de amor são
Ridículas.
Não seriam cartas de amor se não fossem
Ridículas.

Também escrevi em meu tempo cartas de amor,
Como as outras,
Ridículas.

As cartas de amor, se há amor,
Têm de ser
Ridículas.

Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas.

Quem me dera no tempo em que escrevia
Sem dar por isso
Cartas de amor
Ridículas.

A verdade é que hoje
As minhas memórias
Dessas cartas de amor
É que são
Ridículas.

(Todas as palavras esdrúxulas,
Como os sentimentos esdrúxulos,
São naturalmente
Ridículas).
---------------------------------